3 tipos de amplificadores e seus melhores usos

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Musica-Mais-3-tipos-de-amplificadores-e-seus-melhores-usos

Um amplificador é um equipamento eletrônico, que recebe um sinal de áudio e dá saída a ele no formato mais adequado ao seu uso. Ou seja, ele recebe o sinal do instrumento, por exemplo, e amplifica para um ou mais autofalantes. Necessários para todos os músicos que toquem instrumentos eletrônicos, existem diversos modelos e tipos de amplificadores. Cada um deles representa uma oportunidade sonora e será escolhido de acordo com as necessidades e gosto do músico. Conheça 3 tipos de amplificadores e seus melhores usos.

Amplificadores valvulados, as grandes estrelas

Os valvulados são o tipo de amplificador preferido de guitarristas e contrabaixistas. Analógicos, eles são responsáveis pela amplificação dos mais famosos e clássicos solos de guitarra. Os músicos mais tradicionais dirão que não existe um bom rock n roll sem um amplificador valvulado. A verdade é que a sua fama não é sem razão.

Esse tipo de amplificador é mais dinâmico, ou seja, a diferença de som com o volume baixo e com o volume alto é bastante grande. Qualquer toque diferente nas cordas das guitarras poderá ser sentido na resposta do amplificador. Da mesma forma, o timbre de um amplificador valvulado é inconfundível. Tocar sua guitarra tendo o auxílio de um amplificador valvulado significa ter controle total sobre o timbre que será ouvido.  

Eles funcionam sob altas tensões e baixas correntes. Junto a eles é necessário usar transformadores de saída, para que a impedância de saída do amplificador fique compatível com a de entrada do autofalante.

Amplificadores transistorizados: tipos de amplificadores que substituiram os valvulados

Os amplificadores transistorizados surgiram numa época quando os valvulados reinavam absolutos. A entrada dos novos tipos de amplificadores transistorizados no mercado representou uma grande evolução no acesso aos instrumentos musicais. Uma vez que os valores deles eram bem mais baixos, eles passaram a ser a opção com melhor custo benefício para os músicos. Além disso, a relação entre o peso, dimensões reduzidas, consumo de energia e potência tornaram os amplificadores transistorizados mais competitivos.  

Ao contrário dos amplificadores valvulados, os transistorizados não necessitam de transformadores. Isto porque eles não precisam de auxílio para casar a impedância dos autofalantes. O surgimento destes tipos de amplificadores representou uma grande evolução para os instrumentos musicais uma vez que tem um menor consumo de energia, dura mais, tem dimensões menores e custa mais barato que os valvulados.

Amplificadores híbridos

Amplificadores híbridos são tipos de amplificadores que possuem tanto um estágio valvulado, quanto transistorizado. Isso significa que eles usam um sistema de pré-amplificação valvulado, mas com o poder de um transistorizado. Por isso, tem um som limpo e um timbre que agrada a maioria dos músicos. Esta é uma ótima alternativa para os músicos que procuram a qualidade de um valvulado, mas valores e mobilidade dos transistorizados.

Escolher o tipo do amplificador envolve analisar as marcas disponíveis, mas principalmente, é importante saber como o seu amplificador é formado. Ele será o responsável por tornar audível tudo o que você tocar na guitarra, baixo etc. Por isso, entenda seu estilo musical e aprenda como o seu amplificador pode ajudá-lo a atingir a sua música.

Ficou alguma dúvida? Compartilhe com a gente nos comentários!

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×