Conheça esse instrumento de bocal: a tuba

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Musica-Masi-Conheca-esse-instrumento-de-bocal-a-tuba

Com um som grave, melancólico e, de certa forma solene, a tuba pode até não ser um instrumento de bocal muito popular, mas faz toda a diferença para dar harmonia ao arranjo de músicas orquestrais ou clássicas.

Se você se interessa em aprender a tocar a tuba, ou apenas tem curiosidade, este post vai te contar um pouco mais sobre esse belo instrumento de bocal. Confira.   

Origens da tuba

A história mais recente da tuba remonta à Inglaterra do século XIX, expoente da cultura européia da pré-modernidade. Conta-se que foi o último instrumento a ser inventado e introduzido na orquestra, como um contraponto às notas que outros instrumentos não conseguiam produzir para promover o som perfeito. Sim, pode-se dizer que esse instrumento de bocal surgiu do preciosismo dos compositores e maestros!

Formato

As tubas fazem parte do grupo de instrumentos de bocal metálico. Elas apresentam grande porte, apesar de serem encontradas em variadas medidas. Vale destacar que a maior tuba já criada teria surgido em Londres, nos idos dos anos 1920 e pesava mais de 50kg. Essa “super tuba” é capaz de produzir sons incrivelmente baixos, numa harmonia bastante acurada.

Ótimo instrumento de bocal para solenidades

Além das orquestras, as tubas também são utilizadas em desfiles e paradas cívicas, bem como na execução de hinos religiosos. Pelo seu caráter, é pouco utilizada em músicas pop, embora alguns artistas acompanhados de orquestras possam utilizá-las, dependendo das exigências da canção e do arranjo musical.

Quer aprender a tocar tuba?

A resposta para essa pergunta depende do aluno, claro, mas em geral é: nem tanto. Para tirar melodias de qualquer instrumento, é preciso estudar, ter aptidão e desenvolver o talento. A tuba, entretanto, exige ainda postura correta, cadeira confortável (é quase impossível tocá-la de pé) e é necessário treinar bastante o fôlego e a respiração. Dominando essas técnicas, o aprendizado passa a depender mais da dedicação do estudante que deseja ser um tubista. Universidades públicas com cursos de música oferecem o aprendizado de tuba com o objetivo de formar profissionais. Para isso, é preciso fazer o vestibular e ainda prova específica de conhecimentos do instrumento.

Cuidados com a conservação

Quem utiliza a tuba também deve ter bastante cuidado com ela. A grandalhona até agüenta algumas sacudidas, mas quando mal acomodada é facilmente arranhada e amassada. Se uma batida acontecer, pode até afetar a qualidade do som emitido. Além disso, ao comprar ou alugar a tuba, o futuro músico deverá escolher o bocal do tamanho certo.

Quanto custa?

Infelizmente, esse instrumento de bocal está entre os mais caros da orquestra, porém é possível encontrar boas tubas por valores próximos a R$4000,00 e R$5000,00. O bocal pode ser encontrado pelo mínimo de R$400 a R$800. Por isso, tocá-la não é um hobby barato. Logo, se você quiser investir no instrumento, mas não tem dinheiro sobrando para gastar, tenha um objetivo, como se apresentar ou levar a sério a carreira de músico concertista, que trará retorno para o investimento.

No mais, é procurar um estabelecimento idôneo na hora de comprar a tuba, para que assim você tenha todas as garantias.

E então, este post conseguiu te mostrar um pouco mais sobre a tuba? Tem alguma informação que gostaria de acrescentar? Deixe seu comentário!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×