Você sabe a diferença entre piano, teclado e órgão?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Musica-Mais-Voce-sabe-a-diferenca-entre-piano-teclado-e-orgao

Piano, teclado e órgão podem ser facilmente confundidos aos olhos amadores. Eles são aparentemente parecidos devido à presença das teclas e da sua dinâmica de funcionamento. Entretanto, esses instrumentos escondem na sua estrutura interna as características que os diferenciam. Estas particularidades influenciam diretamente no timbre e na forma em que o músico toca o instrumento. Conheça as principais diferenças entre piano, teclado e órgão.

Piano Acústico

O piano é um instrumento de cordas, da mesma família dos violões e violinos. Esta classificação é feita baseada no elemento que, em última instância, produz o som do instrumento. No caso do piano, apesar do músico pressionar teclas, o som é produzido pelo conjunto de cordas que são percutidas e vibradas por martelos ligados às teclas. Ou seja, cada vez que uma tecla é pressionada, um martelo é acionado e faz com que as cordas vibrem e produzam sons.

Podem ser de armário, mais comumente encontrados, ou de cauda, utilizados em concertos e apresentações. Geralmente possuem dois ou três pedais, que controlam a vibração das cordas, e 88 teclas compostas de:

  • Oito lá
  • Oito si bemól
  • Oito Si
  • Oito Dó
  • Sete dó sustenido
  • Sete ré
  • Sete Mi Bemól
  • Sete Mi
  • Sete fá
  • Sete fá sustenido
  • Sete sol
  • Sete sol sustenido

A força impressa em cada tecla, assim como o uso dos pedais, determina se o som será suave, forte ou mais prolongado.

Teclado

O teclado é um instrumento eletrônico e, por isso, tem a capacidade de produzir uma grande variedade de sons, efeitos, timbres e ritmos. Alguns modelos podem incorporar a programação de mais de mil sons diferentes, como de instrumentos de percussão, cordas, melodias sintetizadas e instrumentos antigos. Eles podem auxiliar tanto em partes melódicas das músicas, quanto na percussão e harmonia.

Suas teclas não são pesadas como as dos pianos, porém, a dinâmica durante a performance é muito parecida. Por isso, pianistas tem bastante facilidade para tocar teclados e vice-versa.

Órgão de Tubos

O órgão, de acordo com o mesmo princípio que classifica o piano como um instrumento de cordas, é um instrumento de sopro. Isso acontece porque o som é produzido pela passagem de ar pelos tubos de diferentes comprimentos e diâmetros. Por meio da pressão feita nas teclas e nos pedais, o ar comprimido é direcionado para o tubo referente a nota desejada.

As dimensões de um órgão variam bastante devido as variadas possibilidades de tubos e teclas. Quanto maior o número de tubos, maior a diversidade de timbres que o órgão poderá reproduzir. Estima-se que o maior órgão do mundo tenha 33.114 tubos. Ele pode ser visto em Atlantic City, nos Estados Unidos.

Piano, teclado e órgão são três instrumentos semelhantes em sua aparência. Contudo, é em sua construção e reprodução sonora que as distinções aparecem. Para os iniciantes, o interessante é começar a tocar teclado, devido a sua menor complexidade de manuseio e melhores possibilidades de locomoção. A partir daí a adaptação para o piano acontecerá de forma intuitiva e fluida. Por sua vez, para o aprendizado do órgão, inevitavelmente o piano será um pré-requisito. Um ótimo organista geralmente é um excelente pianista.

Tem vontade de aprender a tocar piano, teclado e órgão? Conte para a gente nos comentários!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×