3 dicas para cuidar do seu instrumento musical

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Musica-Mais-3-dicas-para-cuidar-do-seu-instrumento-musical

Seja você músico profissional ou simplesmente amador, provavelmente já deve ter percebido a diferença que faz tocar com um instrumento musical bem conservado e um que pede clemência por tantos maus tratos. Flauta, percussão, teclado ou violão. Independentemente da sua especialidade, o instrumento sempre irá requerer um tipo de atenção que vai muito além da afinação, como compartimentação, limpeza e modo de transportar. 

Confira abaixo 3 dicas para cuidar e aumentar a vida útil do seu instrumento musical.     

Compartimentação do instrumento musical

Por mais que aparente ser bem estiloso andar por aí com seu violão sobre o ombro, pelo bem do seu instrumento musical você jamais deve deixar de guardá-los nas cases próprias, acolchoadas ou aveludadas. Cordas, por exemplo, são extremamente suscetíveis às variações climáticas e umidade, que não só as desafinam, como oxidam.

O mesmo vale para os instrumentos de sopro como saxofones, cujo tipo de acabamento prateado, niquelado ou laqueado é vulnerável a amassados e sujeira, o que pode modificar as características originais do som.

Transporte   

Vida de músico é um deslocamento atrás do outro, e justamente por isso ele deve zelar pelo transporte do seu material de trabalho. Além das cases que citamos anteriormente, é imprescindível que os instrumentos sejam transportados em locais apropriados, que não os sujeitem a quedas.

Nas viagens de avião, por exemplo, baterias com mais 32 quilos devem ser despachadas anteriormente para serem transportadas no porão. Já violões e violinos podem ser levados como bagagem de mão, desde que caibam no compartimento de malas.

Limpeza

A limpeza do instrumento musical é a parte mais delicada do processo de conservação, uma vez que aplicado o produto errado na superfície, as características de som tendem a ser alteradas. Confira o tipo de limpeza ideal conforme cada instrumento:  

  • Trompetes e saxofones de prata, por exemplo, por estarem em maior contato com o suor, devem ser higienizados por flanelas especiais antes e depois de cada performance. No mercado você encontra óleos e lubrificantes para instrumentos de sopro laqueados e niquelados, mas devem se aplicados sob a orientação de um profissional.
  • Para os instrumentos de cordas, a flanelas secas ou pouco úmidas são ideais para se passar na madeira e entre as cordas a fim de eliminar a poeira e outros resíduos.
  • No caso de baterias, pode-se usar silicone para as ferragens e partes de plástico e borracha, sempre seguidos por pano seco. Lixas são ótimas para polir as bordas dos tambores.  

É costume de muitos músicos colecionar instrumentos musicais, às vezes em função de determinada sonoridade que um ou outro imprime a cada canção. No entanto, por maior que seja sua coleção, é preciso que você a disponha de forma adequada, a fim de conservar o seu patrimônio. Guitarras e violões, por exemplo, devem ficar em suportes do tipo tripé, e não comumente encostadas em algum canto da parede sob o risco de quedas que, com o passar do tempo, tendem a danificar a caixa e o braço do instrumento.  

Na sua opinião, as dicas foram realmente úteis para a conservação do seu instrumento musical? Tem alguma sugestão a acrescentar ao post? Participe por meio de comentários!

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×