Como estudar instrumento de sopro por métodos

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Aprender a tocar qualquer instrumento não é difícil, mas pede muito esforço, dedicação e estudo. O professor também tem grande parte nos resultados dos seus alunos, principalmente quando sabe de macetes que facilitam o processo. Ainda assim, há aqueles que não podem ou não querem pagar um professor para ter aulas e precisa se organizar para aprender seu instrumento sozinho. Isso também não é problema se você tem as dicas certas! Aqui, ensinaremos como estudar instrumentos de sopro por métodos simples e bem práticos. Confira.

Exercícios para prática aeróbica é sempre o primeiro passo

Se você não tem nenhuma prática com instrumentos de sopro e vai iniciar os estudos agora, o ideal é que o primeiro passo sempre seja exercícios para intensificar sua resistência aeróbica. É bom para o resultado do seu som e também para a saúde do seu corpo. Você explorará a oxigenação do corpo e ganhará mais resistência para tocar por períodos maiores, como apresentações públicas por exemplo.

Monte um plano de exercícios antes de estudar instrumentos de sopro. Esses podem acontecer em casa ou em academia. O ideal é praticá-los como forma de aquecimento sempre algumas horas antes de cada apresentação. Além do período para aquecer, mantenha também uma rotina com repetições que trabalhem o seu aparelho respiratório.

A postura corporal e os bons resultados na hora de estudar instrumentos de sopro

A posição do seu corpo diz muito no resultado do seu som. Então mantenha um policiamento maior sobre sua postura na hora de estudar instrumentos de sopro. Evite, por exemplo, inclinar a sua cabeça e pescoço, pois isso causa obstrução das suas vias aéreas e a dificuldade de controlar mais a respiração.

As mãos também precisam se manter na postura correta. Os dedos precisam ficar totalmente relaxados e as duas mãos na posição como se estivesse segurando uma bola levemente. Os braços sempre encostados no tronco não estando elevados demais e nem abertos demais. As pernas devem estar levemente flexionadas e firmes.

Leve em conta sempre que, apesar dessa postura essencial, você deve parecer o mais normal possível para não levar ao público aquela impressão de uma apresentação artificial demais.

Intensifique as notas longas e escala cromática

Estudar a escala cromática e as notas longas é, de certa forma, cansativo e chato, mas eleva seus estudos à um grau de qualidade muito bom. Inicie com uma semibreve e aumente aos poucos até que você perceba que seu som sai totalmente limpo e bom para a apresentação. O tempo que isso vai levar demora muito de uma pessoa para outra.

As notas longas graves também devem entrar para lista de atenção na hora de estudar instrumentos de sopro.  Não pressione o bocal ou a boquilha sobre a boca nesse momento e ao soltar notas agudas. Além de correr o risco de machucar a boca, você compromete o resultado do som.

Esses exercícios são facilmente encontrados em métodos como: Arban, Amadeu Russo, Yamaha Sopro Novo Fernando Disenha, H.Klose e Almeida Dias.

A importância de estudar buzing (método exclusivo para instrumentos de bocal)

Tire pelo menos cinco minutos para estudar buzing, principalmente se você tem dificuldades com vibrações. Explore toda a sua capacidade de armazenagem de ar, experimentando-a para diferentes sons. Além de aumentar a capacidade dos seus pulmões, você terá um equilíbrio maior sobre as notas.

Gostou das dicas? Veja que estudar instrumentos de sopro não é complicado, mas pede bastante dedicação como falamos no início. Preparado para os estudos? Então comece hoje mesmo e depois nos conte como foi o aprendizado, combinado?

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×